Blog





Os benefícios do exercício físico para as doenças cardiovasculares são bem estabelecidos. No entanto, em particular para indivíduos submetidos a transplante cardíaco, há apenas um pequeno número de informações relacionadas às respostas adaptativas ao exercício físico e sobre a melhor forma de treinamento.


 


Na revista European Journal of Prevent Cardiology, o Dr. Claudio Gil em conjunto com o pesquisador finlandês Jari Laukkanen publicaram um editorial em que discutem o conhecimento mais atual sobre a influência da reinervação cardíaca após transplante cardíaco nos potenciais efeitos benéficos da prática regular de exercício físico.


 


 


 


Para acessar o artigo na íntegra, acesse o link abaixo:


 


https://journals.sagepub.com/doi/pdf/10.1177/2047487319884374


 




COMPARTILHE:


< voltar